Resultados do projeto "Eficiência Energética Solidária"

Serve o presente e-mail para divulgar e partilhar com todo o universo das Instituições particulares de solidariedade social (IPSS) os resultados do projeto “Eficiência Energética Solidária”, promovido pela AREAC e seus parceiros S.ENERGIA, CASCAIS AMBIENTE, AMESEIXAL e Energia Lateral.

Este projeto, financiado pela ERSE no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica (PPEC), decorreu essencialmente durante 2017 e 2018 e tinha como objetivo a redução do consumo de energia elétrica e promoção do conforto energético de IPSS.

Esta medida pretendeu contribuir de forma decisiva para mudar a gestão energética nas entidades aderentes, sendo os seus resultados aproveitados para potenciar a replicação às outras IPSS do País (através desta mesma informação e disponibilização dos materiais produzidos).

Numa primeira fase da medida foram selecionadas 10 instituições para um projeto piloto que teve como objetivo aferir boas praticas de gestão de energia em Instituições. Nas instituições piloto foram instalados sistemas de gestão de energia e foram realizadas auditorias energéticas para um maior conhecimento da situação atual de cada uma.

Numa segunda fase participaram um total de 61 instituições. Estas instituições foram selecionadas e convidadas a participar no projeto que implicou o desenvolvimento de um diagnóstico e plano de redução de consumos. As instituições receberam um sistema de monitorização de energia simples como prémio de participação.

Dentro das atividades do projeto foram desenvolvidos conteúdos para informação e formação das IPSS na temática Eficiência Energética, tendo sido realizadas sessões de formação individuais em cada IPSS e um concurso que foi o culminar da medida.

Após envio de toda a documentação solicitada durante o concurso, o projeto previa premiar as 3 melhores IPSS com vales de compra de material de eficiência energética com um valor de 5.000€ cada.

Apesar de apenas estar previsto em candidatura a entrega aos 3 melhores prémios, a AREAC decidiu oferecer uma menção honrosa de 100 € + IVA (tal como o prémio principal, para ser gasto em iluminação) às IPSS restantes até ao 10º posto.

A nível de participação esta medida foi replicada em 37 concelhos (13,3% de Portugal Continental), 61 IPSS e foram entregues 61 equipamentos de monitorização do consumo de energia.

A nível de resultados, considerando o universo das IPSS que chegaram ao final do concurso, verificou-se uma redução média mensal no consumo de energia elétrica de 27 MWh, cerca de 8% relativamente a 2016, resultando numa diminuição total de 303 MWh.

A comparação entre 2016 e 2018 deve-se ao facto de ser pré-projeto e pós-projeto (após as ações de formação).

Nesse sentido, informamos então o top 10 da medida “Eficiência Energética Solidária”

1Fundação Otília Pessoa Murta Lourenço e marido Dr. José Lourenço Júnior
2Centro Social Paroquial Nossa Senhora das Virtudes de Ventosa
3Associação Externato Santa Joana
4Obra D. Josefina da Fonseca de Protecção à Criança e Formação Doméstica
5Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros
6AURPIA – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Amora
7Centro Social Paroquial de Izeda
8NECI – Núcleo Especializado para o Cidadão Incluso
9Centro de Dia de São Silvestre de Escalos de Baixo
10Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro
Fruto da medida, resultou um manual de boas práticas de eficiência energética que temos muito gosto em partilhar com todo o universo das IPSS uma vez que acreditamos ser uma mais valia a sua divulgação para futuras implementações de algumas das ideias/sugestões que nele constam.

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: