Media Tradicional VS Casas de Apostas Online: Qual a Imagem Passada?

Fonte: Freepik

Não é segredo que as casas de apostas online vieram revolucionar o mundo virtual, ao tornarem acessíveis jogos que antes só encontrávamos em casinos terrestres e permitindo que apostemos no resultado de um jogo sem nos deslocarmos a um quiosque.

A realidade é que, nem sempre, o hábito de apostar online é bem visto pelos media tradicionais, transmitindo um sentimento de preconceito para a população. 

Mas será esta tendência justificada ou exagerada?

Qual a Visão dos Media em Portugal Sobre as Casas de Apostas?

É do senso comum concluirmos que, devido ao fácil acesso a casas de apostas online, são cada vez mais os jovens que iniciam a sua atividade no jogo e nas apostas desportivas, o que, por efeito, vai aumentar a taxa de problemas de adição, dada a maior afluência.

Nos media tradicionais, a atividade de casino e apostas é retratada de acordo com pólos totalmente opostos onde não existe um meio termo. Nos filmes, ou vemos um jogador bem-sucedido, ou um indivíduo que perdeu tudo devido ao seu problema de adição ao jogo.

Nos noticiários, é mais comum ouvirmos e lermos histórias sobre a quantidade de dinheiro gasto num ano em apostas ou um quadro estatístico acerca do aumento da dependência do jogo na geração mais jovem e em como tal fator se está a tornar num problema. 

A má reputação quase se limita ao casino, grande parte porque o conceito é, muitas vezes, associado a grupos mafiosos, masculinos e promíscuos. No contexto online, é frequente os média retratarem os jogadores como:

  1. Isolados da sociedade
  2. Sem controlo, por poderem jogar em privado
  3. Consumidores excessivos de álcool e substâncias nocivas
  4. Perdedores de dinheiro 
  5. Iludidos

No entanto, as apostas desportivas são algo cada vez mais normalizado na cultura do desporto. Percebemos isto ao observarmos estas marcas como patrocinadoras oficiais de certos clubes, ou até mesmo na vivência do último campeonato mundial.

Em modo geral, as casas de apostas são vistas como algo perigoso e com potencial para arruinar a vida de um jogador, ao capacitar-lhe o desenvolvimento de adição ao gambling se este não tomar as devidas precauções. 

Notas Finais

Assim como em outros diversos assuntos, os media alimentam uma ideia estigmatizada sobre as casas de apostas online, nomeadamente no casino, pintando uma imagem que retrata somente os casos extremos dos jogadores que viram a sua vida arruinada pelo jogo.

Claro que há casos semelhantes, mas a realidade é que esta pode ser uma prática saudável e divertida, sem que se coloque em causa o estado social ou psicológico do jogador. 

O ponto-chave é manter uma relação saudável com o jogo ao organizar bem o orçamento, para não gastar mais dinheiro do que o recomendado, e ao equilibrar o tempo despendido nesta atividade, em relação aos demais afazeres quotidianos.

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: