Manual para Transformar o Mundo é apresentado em Évora

No próximo dia 30 de abril, a Fórum da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora, acolhe a sessão de apresentação do Manual para Transformar o Mundo, que desafia a repensar a forma como se constroem soluções para problemas negligenciados da sociedade e, em apenas 10 passos, ensina como se transformar uma ideia inspiradora numa solução inovadora com impacto social.

O evento, que está agendado para a quarta-feira da próxima semana, pelas 15 horas, contará com a presença de Filipe Santos, Presidente do Conselho Estratégico do Instituto de Empreendedorismo Social, Luís Jerónimo, do Programa Desenvolvimento Humano da Fundação Calouste Gulbenkian, e de Isabel Lopo de Carvalho e de Filipe Santos, dois dos autores do manual.

Apresentado como “o primeiro guia para empreendedores sociais” publicado em Portugal, a obra propõe uma metodologia que desafia os atuais e potenciais empreendedores a transformar, em apenas dez passos, uma ideia inspiradora numa solução com elevado impacto social. Assim, são apresentadas ferramentas úteis para a prática do empreendedorismo social num formato simples, prático e eficaz, para que se possa concretizar uma ideia em benefício de um mundo mais equilibrado em termos sociais. A informação permite compreender o processo de implementação do projeto social desde a sua conceção, passando pela mobilização de recursos, realização de um projeto-piloto e aferição de impacto, até à fase de crescimento e comunicação.

Na ocasião serão ainda apresentados dois casos na área do empreendedorismo social: o Projeto Eco-Village Communities e o Projeto Nossa Terra.

O projeto Eco-Village Community, de Rui Vasques, aluno do Instituto de Artes Visuais, Design e Marketing (IADE), assenta nos princípios da autossuficiência, produção local e cooperação e propõe a construção de cidades sustentáveis. Agitar consciências e provar que é possível construir de raiz modelos de comunidade diametralmente opostos àqueles que hoje conhecemos, com maiores preocupações ambientais, são os seus principais objetivos.

O projeto Nossa Terra tem como objetivo dinamizar o apoio social e comunitário, com a criação de um edifício de assistência técnica e social e de animação dirigido a idosos em meio rural, como forma de combater a desertificação e o isolamento. A primeira fase sustenta a criação do projeto ALDEIA LAR que consiste em transformar a aldeia, como um todo, numa resposta social integrada.

Este livro é publicado pelo Instituto de Empreendedorismo Social (IES) e da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG).

Impulso Positivo

Fonte| http://www.impulsopositivo.com/content/manual-para-transformar-o-mundo-e-apresentado-em-evora

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: