Aldeias de Crianças SOS Portugal procuram Técnico(a) Superior

As Aldeias de Crianças SOS Portugal procuram Técnico(a) Superior para integrar a nova resposta social de Apartamento de Autonomização
Perfil:
Requisitos obrigatórios
• Licenciatura (1.º ciclo) / Mestrado (2.º ciclo) na área das ciências sociais e humanas;
• Experiência de trabalho nas áreas de integração social e comunitária;
• Conhecimento sobre a Lei de Promoção e Proteção de Crianças e Jovens em Risco;
• Capacidade para estabelecer relações confiança e respeito mútuo com jovens e entidades parceiras;
• Sentido de responsabilidade e autonomia e capacidade de organização;
• Empatia, capacidade de adaptação e resiliência;
• Capacidade de prevenção e mediação de conflitos;
• Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
• Competências ao nível da língua inglesa;
• Disponibilidade para flexibilidade de horários;
• Idade superior a 24 anos de idade.
Critérios preferenciais
• Experiência de trabalho com populações migrantes/jovens estrangeiros não acompanhados/requerentes de asilo/refugiados;
• Formação complementar na área da Promoção e Proteção de Crianças e Jovens em Risco, Migrações, Arte terapia ou dinamização cultural e desportiva.
Responsabilidades:
• Planear, implementar e avaliar os Planos de Intervenção Individual/Autonomização (PII/PIA) com a participação ativa de cada jovem acompanhado, visando a satisfação das respetivas necessidades identificadas e o estabelecimento do percurso individual;
• Acompanhar os jovens no seu percurso, desde a admissão até à saída, promovendo a sua integração e bem-estar biopsicossocial tendo conhecimentos de referências teóricas associadas à função – proteção de crianças e jovens migrantes, estatuto migratório, proteção internacional, multiculturalidade, psicologia do desenvolvimento da adolescência, questões de género, raízes culturais e estilos de vida distintos, trauma, perturbações do vínculo, resiliência, educação e pedagogia social, abordagem integrada e sistêmica aos diferentes contextos de desenvolvimento, trabalho com famílias, transição para a vida adulta, cooperação interinstitucional;
• Acompanhar os jovens na gestão doméstica e financeira;
• Implementar o programa de intervenção/plano de atividades definido apoiando e capacitando os jovens para a autonomia de vida;
• Dinamizar e avaliar continuamente as necessidades biopsicossociais de cada jovem e efetuar eventuais propostas de encaminhamentos articulando regularmente com os recursos disponíveis nas áreas da saúde, educação, formação profissional, segurança social, SEF, serviços de integração e migração, entre outros;
• Participar na elaboração dos relatórios psicossociais, refletindo nos mesmos o processo de capacitação para a vida autónoma realizado com os jovens;

Condições
• Contrato de trabalho de 17,5h semanais de 2ª a sábado;
• Remuneração compatível com a função;
• Perspetivas de desenvolvimento pessoal e profissional;
• Contrato de trabalho a termo certo.
Os candidatos devem remeter o seu curriculum vitae, carta de apresentação e contato para referencias ou carta de recomendação para o mail
dnprogramas@aldeias-sos.org

até ao dia 16/08/2022 com indicação da seguinte referência: TS/AA/2022

zona : Lisboa

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: