A vida do estudante é cheia de desafios e a hora de escrever um currículo para um estágio não é diferente, especialmente para recém-formados que ainda não possuem alguma experiência de trabalho. Afinal, o que colocar no currículo? Essa tarefa não precisa ser mirabolante. Na verdade, o currículo atraente pode ser mais simples do que parece.

Desenvolvendo a estrutura

Lembre-se que o currículo deve chamar a atenção do recrutador, e infelizmente apenas 2% passam nessa frase. Trata-se de usar o modelo ideal, não ter erros ortográficos e utilizar o formato correto para o cargo que almeja como o básico. A estrutura do CV está como que o esqueleto para o corpo. O empregador deve pois encontrar rapidamente as informações de que precisa, alinhando nessa sequência: informações de contato, objetivo, educação, experiência, habilidades e certificados & prémios.

Mesmo sendo algo básico, não inclua muitos detalhes em contato; basta adicionar o seu nome, telefone e email. Endereço ou estado civil são informações desnecessárias. Possua abordagem similar com Qualificações Acadêmicas; o certificado mais elevado é o suficiente. Se houver algum curso específico relevante à vaga de emprego, pode também adiciona-lo.

Quanto ao objetivo, este deve ser curto e direto, uma única frase apenas com as palavras necessárias e que transmitam a ideia central. Seja confiante, mas dentro da realidade, focando nos objetivos de carreira e o que quer alcançar com o estágio.

O que adicionar em Experiência?

Para quem tem pouca ou nenhuma experiência, essa pode ser a parte mais complexa do currículo. Inclua atividades de voluntariado, inclusive internacional, ainda que de curta duração. Os estágios obrigatórios que precisou fazer durante a universidade também são contam como experiência, mesmo fazendo parte da grade de estudos. Dê ênfase a atividades relacionadas ao trabalho para o qual está a se candidatar.

Mencione prémios e certificados

Esse é o seu momento de brilhar. Alguns candidatos pulam esta parte, mas especialmente para quem esteja começando, ela pode adicionar grande valor. A menção de um prémio pode ser interpretada como distinção pelos seus esforços. Caso seja apenas um ou poucos itens, não há necessidade de uma secção separada, podendo enumerá-los na secção Educação.

Capricho nas habilidade interpessoais

Essa é oportunidade de fortificar o seu currículo. As habilidades interpessoais são essenciais para estagiários, pois os empregadores geralmente buscam candidatos adaptáveis, comunicativos e proativos. Algumas das mais importantes para estagiários são:

  • Comunicação: a capacidade de articular ideias de forma clara e eficaz.
  • Trabalho em equipa: colaborar com colegas e contribuir para os esforços coletivos.
  • Resolução de problemas: encarar desafios de maneira positiva e proativa.
  • Gestão do tempo: priorizar tarefas e gerir o tempo de forma eficiente.
  • Adaptabilidade: estar aberto a novas experiências e disposto a aprender.

Dica extra: use o vocabulário correto

Ao descrever as suas experiências, use palavras impactantes e verbos de ação que o empoderem, como “liderou”, “desenvolveu”, “implementou” e “colaborou”. Sempre que possível, quantifique as suas conquistas a fim de mostrar evidências das suas habilidades. Por exemplo, “Aumentou o engajamento nas mídias sociais em 20%” chama mais atenção do que “Gerenciou mídias sociais”.

Lembre-se que não podemos controlar todos os fatores na hora de buscar um emprego, portanto mantenha-se paciência. Porém, podemos optimizar as nossas chances, além de seguir essas dicas, adaptando o CV para cada aplicação. Revise-o várias vezes e peça feedback a mentores e profissionais da área. Você estará um passo mais perto de garantir um estágio que pode impulsionar sua carreira.

Boa sorte!

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: