Centro de Vida Independente encontra-se a recrutar Técnico(a) de Projeto

Função: Técnico(a) de Projeto (CAVI)
Organização: Associação CVI – Centro de Vida Independente
Local: Área Metropolitana de Lisboa
Data da Publicação: Janeiro/2021
Prazo para submissão de candidaturas: 15 Janeiro 2021

DETALHES DA VAGA
Data de início: Fevereiro 2021
Duração: Contrato de trabalho com duração até ao final do projeto (2022)
Horário: Full-time
Vencimento: 1100€ acrescido de sub.alimentação de 4,77€/dia

Centro de Vida Independente PROMOTORA
O Centro de Vida Independente (CVI) é uma organização nacional sem fins lucrativos, constituída e dirigida por pessoas com deficiência. O objetivo primordial do CVI é a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência, através, sobretudo, da defesa e divulgação da filosofia de vida independente em Portugal.
Nesse sentido, encontra-se neste momento a recrutar 1 (um) Técnico(a) para a equipa de gestão de projeto, constituída por um Diretor(a) Técnico(a) e um(a) Técnico(a), no âmbito do projeto-piloto nacional de apoio à vida independente.

DESCRIÇÃO DA FUNÇÃO
As tarefas do(a) Técnico(a) podem variar de acordo com a constituição dos restantes elementos da Equipa Técnica de gestão do projeto, de forma a garantir a complementaridade, no entanto estas são as linhas mestras que compõem as tarefas da função:
apoiar a direção técnica na elaboração de processos, procedimentos, manuais, ferramentas e material de apoio à gestão e a à operacionalização do projeto;
apoiar a direção técnica na execução física e financeira do projeto, sua análise e auditorias internas;
identificar necessidades de recrutamento, levantamento de perfis a recrutar, elaboração de anúncios de recrutamento, apoio em todas as fases do recrutamento e seleção, acolhimento e integração dos assistentes pessoais;
apoiar na constituição e atualização regular da bolsa de assistentes pessoais;
apoiar na administração e gestão de recursos humanos: elaboração de contratos, mapas de férias, licenças, controlo de assiduidade e outros indicadores afins;
acompanhar os procedimentos de medicina, higiene e segurança no trabalho;
apoiar os processos de avaliação de desempenho e gestão de carreiras dos assistentes pessoais;
apoiar a elaboração do plano de formação dos recursos humanos afetos ao CAVI, preparando, acompanhando, controlando e avaliando a eficácia das ações de formação realizadas no âmbito deste plano de formação;
apoiar a elaboração do plano individualizado de assistência pessoal com as pessoas destinatárias de assistência pessoal;
apoiar a gestão das atividades a desenvolver pelos ou pelas assistentes pessoais de acordo com os planos individualizados de assistência pessoal;
promover reuniões interpares das pessoas destinatárias da assistência pessoal, assistentes pessoais e pessoas significativas, para troca de experiências, aprendizagem e resolução de problemas na condução da assistência pessoal;
assegurar o acompanhamento e mediação do serviço prestado e garantir a avaliação da sua qualidade;
apoiar a elaboração de indicadores de gestão, de processos e de relatórios, recolher dados, sistematizá-los e mantê-los disponíveis para efeitos de avaliação do projeto-piloto.

DEPENDÊNCIA HIERÁRQUICA
Reporta a: Diretor(a) Técnico(a)
Quem o substitui: Diretor(a) Técnico(a)
Quem depende desta função: NA

HABILITAÇÕES
Formação superior nas áreas da Psicologia, Sociologia, Gestão e Administração, Serviço Social ou Reabilitação.

OUTRAS COMPETÊNCIAS
ESPECÍFICAS:
Experiência profissional anterior nas áreas de gestão de projetos, gestão de recursos humanos, formação (obrigatório);
Competências técnicas avançadas na área das tecnologias de informação e comunicação (ex.: Word, Excel, PowerPoint, Adobe Reader, E-mail, Internet);
Aptidão pela área numérica e de gestão;
Grande capacidade de análise, organização, rigor e excelente capacidade de atenção ao detalhe.

INTERPESSOAIS:
Boa capacidade de relacionamento interpessoal e conduta ética;
Gosto por ambientes dinâmicos e de diversidade;
Boa capacidade de comunicação, empatia e relacionamento interpessoal;
Boa capacidade de tolerância e resistência à frustração;
Boa capacidade de flexibilidade, adaptação, resiliência e melhoria contínua;
Competências de colaboração, trabalho em equipa, integridade e conduta ética.

PESSOAIS;
Iniciativa e proatividade;
Sentido de missão;
Autonomia e capacidade de análise e resolução de problemas;
Adaptação à mudança;
Rigor;
Responsabilidade e sentido ético.

PROCESSO DE SELEÇÃO
As candidaturas (CV e carta de motivação) devem ser enviadas para cavi.lisboa@vidaindependente.org) com a Refª TS0221 até dia 15 de Janeiro.

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: