Aldeia de Crianças SOS encontra-se a recrutar Assistente Social

A Associação das Aldeias de Crianças SOS de Portugal, pretende recrutar um Assistente Social, para a nossa Aldeia de Bicesse.
Requisitos exigidos:
 Mestrado em Serviço Social;
 Experiencia de trabalho com crianças e jovens em risco ou em perigo; (fator eliminatório)
 Experiência de Gestão Processual;
 Conhecimento da Lei de Promoção e Proteção de Crianças e Jovens em Risco;
 Conhecimentos de Intervenção Social na Vulnerabilidade;
 Capacidade para trabalhar em equipa, sob pressão e com resiliência;
 Capacidade para estabelecer relações confiança e respeito mútuo com crianças, jovens e entidades parceiras;
 Sentido de responsabilidade, capacidade de organização e pontualidade;
 Capacidade de adaptação e resiliência;
 Dinamismo e pro-atividade;
 Capacidade de negociação e mediação de conflitos;
 Conhecimentos de informática na ótica do utilizador.
 Mais de 25 anos de idade;
 Requisito preferencial: Formação complementar em Promoção e Proteção, ou em Intervenções Terapêuticas.

Principais Responsabilidades:
 Participar ativamente na fase de admissão e acolhimento inicial, nomeadamente na recolha de informação social, jurídica e familiar das crianças;
 Participar ativamente no diagnóstico inicial, nomeadamente na articulação da informação recolhida e na conceptualização global de cada caso.
 Garantir a organização do processo social, jurídico e familiar de cada criança, com informações atualizadas e respostas atempadas às entidades envolvidas, segundo as diretivas internas e da Segurança Social.
 Garantir que as crianças beneficiam dos apoios sociais a que têm direito ao longo do processo de acolhimento e no processo de saída do acolhimento.
 Participar na definição e cumprimento de diligências do projeto de vida, incluindo o processo de saída de crianças e jovens, tendo em conta sua integração social;
 Manter em permanência uma visão ecológica e macro sistémica da situação individual de cada criança, necessária à qualidade da gestão do processo de promoção e proteção e social de cada criança, incluindo a integração com o projeto educativo.
 Participar na promoção da qualidade da resposta educativa, jurídica e social de cada criança, informando sobre qualquer situação que possa colocar em causa a mesma.
 Garantir a articulação necessária com as equipas educativas visando a integração clara entre o projeto de vida de promoção e proteção e o projeto educativo de cada criança.
 Reunir a informação e elaborar os Planos Individuais com base nos dados recolhidos da articulação entre as várias equipas e elementos envolvidos no caso da criança.
 Estabelecer contactos inter-institucionais necessários à qualidade do projeto de vida da criança.
 Prestar colaboração aos órgãos judiciais e não judiciais responsáveis por decisões/ deliberações relativas às crianças e jovens, no âmbito da sua competência, salvaguardando os princípios deontológicos profissionais;
 Elaborar relatório para avaliação das medidas aplicadas (CPCJ, Segurança Social, Tribunal, etc) assegurando inputs da restante equipa.
 Acompanhar a relação da criança com a Família Biológica, no âmbito dos processos jurídicos e projetos de vida vigentes, em articulação com as equipas educativas e psicólogo/a.
 Supervisionar as visitas de familiares à Aldeia e das crianças às famílias de origem, segundo o projeto de vida, promovendo dinâmicas relacionais positivas e que salvaguardem o superior interesse da criança;
 Assegurar as diligências necessárias no que se refere à relação com a Família Biológica de acordo com o projeto de vida, nomeadamente visitas domiciliárias, reuniões e sessões familiares;
 Participar dos projetos inovadores que possam contribuir para a melhoria da resposta nas áreas relativas às suas funções.
 Representar a equipa técnica da Aldeia se para o efeito lhe tiver sido solicitado e delegados poderes;
 Efetuar o registo de frequências mensais à Segurança Social, bem como o envio de informação solicitada por esta entidade.
 Supervisionar a relação com as famílias amigas e realizar visitas domiciliárias aos locais onde as crianças possam pernoitar fora da Aldeia SOS;
 Manter a articulação necessária com as unidades educativas para garantir a qualidade e impacto positivo da relação com as famílias amigas.

Local de trabalho: Bicesse – Cascais.

Condições:

  • 35 Horas semanais;
  • Remuneração compatível com a função;
  • Boas perspetivas de desenvolvimento pessoal e profissional;

Faça a sua candidatura até 20/01/2020, através do envio do seu CV e carta de apresentação para o email:

rhumanos@aldeias-sos.org

, com a seguinte refª: SS/BIC/2020

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: