Gabinete de Orientação Profissional procura Técnico de Orientação

FUNÇÃO
Técnica para o Gabinete de Orientação Profissional (GOP)
O candidato ao recrutamento deve corresponder às seguintes características:

PERFIL
– Formação académica superior na área das Ciências Sociais (Ex: Psicologia das Organizações, Gestão de Recursos Humanos, Serviço Social, Sociologia ou similar);
– Experiência no âmbito do acompanhamento para a inserção profissional, com domínio das técnicas de procura ativa de emprego e técnicas de seleção e recrutamento;
– Experiência em delineamento de projetos individuais de orientação profissional e vocacional;
– Conhecimento das medidas de incentivo a emprego do IEFP e medidas de qualificação;
– Experiência de formação e dinamização de grupos;
– Dinamismo, organização e disciplina no cumprimento e gestão de tarefas;
– Fortes competências ao nível da comunicação, relacionamento interpessoal e gestão de tempo;
– Experiência de trabalho em parceria com outras instituições;
– Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
– Bons conhecimentos de Inglês;
– Experiência em IPSS`s, preferencialmente na área da imigração;
– Entrada imediata.

ACTIVIDADES A DESEMPENHAR:
Desenvolvimento de atividades de orientação profissional:
• Definição de plano individual de orientação profissional;
• Apoio na procura de emprego;
• Encaminhamento para ofertas profissionais e/ou formativas;
• Acompanhamento na elaboração de candidaturas espontâneas;
• Elaboração de CVs;
• Formação em Técnicas de Procura de Emprego (TPE);
• Selecção e recrutamento de candidatos para as ofertas angariadas
Desenvolvimento de trabalho em Rede e em Parceria:
• Potenciar rede de parcerias com entidades empregadoras visando a criação saídas profissionais e realização de projetos de empregabilidade;
• Angariação de ofertas de emprego;
• Representação do GOP em Redes de Trabalho;
• Gestão de processos de mentoria para questões profissionais e vocacionais.
Desenvolvimento de tarefas inerentes:
• Coordenar voluntários;
• Realizar relatórios de acompanhamento de atividades e projectos;
• Procurar, desenvolver e gerir projetos financiados por entidades terceiras, relativos ao gabinete de emprego.

DESCRIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO
O CEPAC – Centro Padre Alves Correia, é uma instituição particular de solidariedade social, sediada na Rua de Santo Amaro, 43, em Lisboa, Freguesia da Estrela, que tem por finalidade prestar apoio aos mais desfavorecidos da sociedade, em particular, imigrantes, refugiados, sem abrigo e outras pessoas ou famílias em risco de exclusão da sociedade.
O apoio social prestado pelo CEPAC visa o acolhimento e integração da população imigrante na sociedade. Para esse efeito, uma vez realizado o diagnóstico de necessidades primárias do beneficiário, este é integrado em ações de formação e de integração em contexto de trabalho, visando a reintegração em ciclos de vida contributiva e regularizada. O CEPAC também disponibiliza aos seus utentes atendimento médico, atendimento jurídico, psicologia, psiquiatria, formação profissional, aulas de português, atelier de costura e estágios em contexto de trabalho. Todos os serviços disponibilizados pelo CEPAC, com exceção do atendimento social, são realizados em regime de voluntariado, com a participação inestimável de cerca de 50 pessoas.
(…)
As candidaturas estão abertas até ao 25 de janeiro e devem ser enviadas para o email
geral@cepac.pt

, devendo as mesmas fazer-se acompanhar de um currículo.
Numa fase de pré-seleção a decorrer entre os dias 15 a 25 de Janeiro, enviaremos um desafio a todos os candidatos que nos enviarem currículo. A ausência de resposta ao desafio é um elemento eliminatório. A fase de entrevista e seleção decorrerá a partir do dia 25 de Janeiro 2018.

Poderá também gostar de:Poderá também gostar de: